quarta-feira, 12 de abril de 2017

LISTA: CÁSSIO CUNHA LIMA SE EXPLICA E DEFENDE INVESTIGAÇÃO

IMG_0096
O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), vice-presidente do Senado, comentou, na noite desta terça-feira (11), o fato do nome dele aparecer em lista de autorização de abertura de inquérito do relator da operação Lava Jato, ministro Edson Fachin, no Supremo Tribunal Federal (STF).
Cássio confirmou que recebeu doação de campanha de empresa ligada a Odebrecht, mas de forma legal. Para Cássio, tem que se investigar tudo até o fim para que o caso seja esclarecido.
O mesmo já teve seu nome envolvido em outros casos de corrupção, em 2008 foi condenado, tendo seu registro político cassado pelo TSE, quando governador do estado da Paraíba, acusado por compra de votos e foi responsabilizado pela distribuição de 35 mil cheques de R$ 150 e R$ 200 para pessoas carentes durante período da campanha.

0 comentários:

Postar um comentário